domingo, 8 de junho de 2014

Funcionários do Consórcio Maracanã são presos vendendo ingressos da Copa do Mundo

Oito funcionários do Consórcio que administra o estádio estavam agindo como cambistas

A ação de cambistas com a venda de ingressos para a Copa do Mundo 2014 continua frequente. Na manhã deste sábado, oito pessoas foram presas por policiais militares do 4º BPM (São Cristóvão), comercializando as entradas no entorno do Estádio Maracanã, sede da final do Mundial e de outras seis partidas.

Segundo a assessoria de imprensa da PM, os suspeitos são funcionários do Consórcio Maracanã e já eram monitorados pela polícia antes de serem flagrados em ação. As entradas eram cortesias que cada um deles havia ganhado.

Funcionários do Consórcio Maracanã são presos vendendo ingressos da Copa do Mundo

Ingressos foram apreendidos com funcionários do Consórcio Maracanã Foto: Divulgação / PM

Com eles, foram apreendidos oito ingressos para os jogos Argentina e Bósnia, França e Equador, Bélgica e Rússia, que seriam comercializados por R$ 400 cada. Todos foram conduzidos a 18ª DP (Praça da Bandeira).

Na noite de terça-feira, um argentino foi preso tentando vender ingressos para a Copa do Mundo por até R$1.300. Agentes da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat) chegaram até o acusado através de um anúncio de venda na internet. O ingresso em questão era para o jogo entre Argentina e Bósnia, enquanto um bilhete para Chile e Espanha era comercializado por R$ 1.200.

Extra Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados aqui, são de inteira responsabilidade dos leitores e não refletem a opinião do nosso Portal