sexta-feira, 25 de julho de 2014

Caern licita obras para áreas de Natal sem esgotamento e realiza visita técnicas de concorrentes

Ampliar o esgotamento sanitário para todas as áreas de Natal, atendendo às demandas por este serviço hoje e pelos próximos 20 anos. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) abriu quatro processos licitatórios para contratar empresas de construção civil que vão executar estas obras na cidade. Os interessados em participar devem agendar a presença nas visitas técnicas por cada lote, que iniciam em 29 de julho, sendo um lote por dia, até 1º de agosto, sempre às 9h. O agendamento deve ser feito pelo telefone (84) 3232-4184.

A concepção dos projetosdivide a cidade em duas grandes áreas de obras: zona Sul, à margem direita do Rio Potengi,com 15 bacias de esgotamento da letra A até a letra O; e zona Norte, a partir da margem esquerda desse rio, com 17 bacias de esgotamento que vão da letra A até a letra Q. Os recursos, na ordem de R$504 milhões, foram disponibilizados pelo Governo Federal por meio do programa PAC-2 Semiárido.

A estes valores serão incluídos mais dois processos, referentes à construção de duas Estações de Tratamentos de Esgotos (ETE´s): Jaguaribe (para tratar esgotos da zona Norte) e Guarapes (que complementa a ETE do Baldo atendendo aos bairros das zona Sul, Leste e Oeste. Estes projetos estão em vias de conclusão para seguir para licitação. Somente para a zona Norte da capital, os projetos apresentados pela Caern obtiveram R$ 293,7 milhões, alcançando uma média de 214 mil habitantes.

Para os bairros das zonas Sul, Leste e Oeste são destinados R$ 210,2 milhões. Somando recursos adquiridos anteriormente, são R$696 milhões destinados ao esgotamento da capital, dentro do plano de ações Sanear RN.

A universalização do atendimento por serviço de esgotamento sanitário - sistema de coleta, transporte etratamento adequado para destinação final dos esgotos sanitários – envolve vários benefícios.O esgotamento sanitário reduz o risco de incidência de doenças de veiculação hídrica, preserva o meio ambiente, elimina os aspectos estéticos desagradáveis.

ESGOTAMENTO SANITÁRIO ZONA SUL

LOTE 1 Bacias D,H e I – A bacia Ds abrange uma média de 40 mil habitantes, e corresponde a Bairro Nordeste e parte dos bairros do Alecrim e Quintas. Atualmente 79,5% ou 27.749 mil habitantes são atendidos por sistema de esgotamento sanitário.Serão desativadas três lagoas de estabilização, e o esgoto coletado passará a ser tratado na região do Baldo. Assim, a rede coletora vai abranger os 20,44% da população ainda sem esgotamento, em 1,8 km de rede.

A bacia Hs corresponde aos bairros do Alecrim, Dix-Sept Rosado, Lagoa Nova e Nova Descoberta, com aproximadamente 38.500 habitantes, e a bacia Is abrange o bairro Nossa Senhora de Nazaré e parte dos bairros de Dix-Sept Rosado, Lagoa Nova, Cidade da Esperança, Cidade Nova, Candelária, Capim Macio e Bom Pastor, hoje com 83.376 pessoas.

No total, nestas localidades serão beneficiadas aproximadamente 180 mil pessoas, com remoção rápida e segura dos efluentes, que serão levados até a Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) Jundiaí/Guarapes, para a adequada destinação final dos esgotos sanitários produzidos. A execução prevista para conclusão em 24 meses após iniciada, com investimento de R$58,2 milhões.

Estes locais serão o objetivo do procedimento licitatório (nº0078/2014) marcado para 04 de agosto, às 9h, relativo às obras e fornecimento de material e equipamentos para implantar o esgotamento sanitário nas bacias Ds, Hs e Is.

LOTA 02 Bacias J, L, M, N e O – As bacias que abrangem os bairros de Neópolis, Candelária, Capim Macio, Ponta Negra, Pitimbu, Felipe Camarão, Guararapes, Planalto, Parque das Dunas e Cidade Nova terão processo licitatório (nº 0079/2014) no dia 05 de agosto, às 09h. Os recursos são da ordem de R$ 99 milhões e as obras devem ser executadas em 24 meses. A área é ocupada por 125 mil pessoas. As bacias L (parte do Planalto e bairros Felipe Camarão e Guararapes), M (parte de Capim Macio) e O (parte de Planalto, Pitimbu e Candelária) ainda não possuem sistema de esgotamento.

Especificamente em relação à bacia Ns, que corresponde a Ponta Negra, o projeto vai ampliar o sistema existente. A Praia de Ponta Negra tem quatro quilômetros de extensão e embora haja uma grande concentração de estabelecimentos comerciais, principalmente de cunho turístico, há também um grande número de residências. Investimento de R$97 milhões.

ESGOTAMENTO SANITÁRIO ZONA NORTE – Vive na zona Norte de Natal uma população de aproximadamente 302 mil habitantes. Esta área em franca expansão tem hoje, o sistema de esgotamento sanitáriocom apenas 3% de cobertura. A maior parte dos efluentes é tratada com utilizaçãode fossas.

LOTE 01 Bacias A e B – Para o esgotamento das baciasAn e Bn, será realizado processo licitatório (nº 0080/2014)no dia 06 de agosto próximo. A execução das obras de implantação do Sistema de Esgotamento sanitário da zona Norte é dividida em lotes. O lote 01 atenderá parte dos bairros Pajuçara e Potengi (bacia An) com mais de 23 mil habitantes, e parte dos bairros Lagoa Azul e Nossa Senhora da Apresentação (bacia Bn) com mais de 116 mil habitantes. Investimento de R$97,9milhões.

LOTE 02 Bacias C, D, E, F,G, H, I, J, K, L e Q – Pajuçara, Redinha, Lagoa Azul, Igapó, Potengi, Nossa Senhora da Apresentação e Salinas são contemplados com o processo licitatório para o dia 07 de agosto. Após a coleta e transporte de esgotos, os efluentes serão levados para tratamento adequado na ETE Jaguaribe, com adequada destinação final dos esgotos sanitários produzidos, garantindo-se a preservação do meio e dos recursos hídricos da região. Investimento de R$102,9 milhões.

ACS CAERN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados aqui, são de inteira responsabilidade dos leitores e não refletem a opinião do nosso Portal