terça-feira, 26 de maio de 2015

Luxemburgo é demitido do Flamengo após três tropeços

Treinador não resistiu ao mal começo de Brasileirão e foi demitido após dez meses comandando o Fla.

Vanderlei Luxemburgo não resistiu à má fase do Flamengo e acabou demitido. Na noite desta segunda-feira, o técnico se reuniu com a diretoria rubro-negra e ouviu do presidente Eduardo Bandeira de Mello que, após 10 meses, está dispensado do cargo. A decisão aconteceu após o mau início de Campeonato Brasileiro feito pela equipe, com duas derrotas e um empate em três jogos.
Luxemburgo chegou ao Flamengo no meio da temporada passada, quando os rubro-negros corriam risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Com o treinador, a equipe subiu de produção e escapou da degola com algumas rodadas de antecedência.
Neste ano, sob seu comando, o Flamengo não conquistou o Campeonato Carioca, ao ser eliminado pelo Vasco nas semifinais. A saída do Estadual iniciou a pressão sobre Luxemburgo, que não conseguiu melhorar as atuações da equipe no Campeonato Brasileiro.
A pressão chegou ao auge nesta segunda-feira quando, após a derrota por 2 a 1 para o Avaí no domingo, o elenco flamenguista foi cobrado por membros de torcida organizada ao desembarcar no Rio de Janeiro. Logo em seguida à chegada em solo carioca, Luxemburgo foi chamado para reunião com a diretoria, que culminou em sua demissão.
Luxemburgo é demitido do Flamengo após três tropeços
Vanderlei Luxemburgo - Divulgação/Flamengo
Contratado em julho de 2014, Vanderlei Luxemburgo se despede do Flamengo após 10 meses no cargo
Encerrada nesta segunda-feira, esta foi a quarta passagem do técnico pelo Flamengo, uma vez que ele já esteve à frente da equipe em 1991, 1995 e de 2010 a 2012. No total, acumulou 245 jogos no comando rubro-negro, com 127 vitórias, 67 empates e 51 derrotas, totalizando aproveitamento de cerca de 60,95%.
A demissão aconteceu três semanas após o técnico ser especulado como possível nome para substituir Muricy Ramalho no comando do São Paulo. Naquela ocasião, Luxemburgo admitiu ter sido contatado pela diretoria tricolor e enalteceu o clube do Morumbi, mas recusou a proposta por estar feliz no Flamengo.
A diretoria rubro-negra terá pouco tempo para buscar um novo nome, já que o time volta a campo nesta quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil, contra o Náutico, no Maracanã. A tendência é a de que Jayme de Almeida comande o time diante dos pernambucanos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados aqui, são de inteira responsabilidade dos leitores e não refletem a opinião do nosso Portal