quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Globo aborta ideia de virada de mesa e Vasco tem que jogar Série B caso seja rebaixado

Vasco sonhava com virada de mesa…Globo abortou ideia. Globo aborta ideia de virada de mesa e Vasco tem que jogar Série B caso seja rebaixado

Eurico Miranda está muito pressionado no Vasco. Seu parceiros queriam que mostrasse a velha força nos bastidores. E conseguisse reverter o caminho para o que parece ser a inevitável volta à Segunda Divisão. O terceiro rebaixamento para a Segunda Divisão desde 2008.

Mas o dirigente que tanto criticou Roberto Dinamite sofreu uma derrota importantíssima. Emissários seus sondaram a cúpula da CBF sobre a possibilidade de uma virada de mesa. A organização do Brasileiro de 2016 com 24 equipes. Divididas em dois grupos de 12. Jogando em turno único. As oito melhores equipes jogariam em mata-mata. A primeira na classificação geral enfrentando a oitava. A segunda, a sétima. E por aí vai. Até a decisão.

Enquanto isso, as oito piores disputaram também um mata-mata. As quatro piores seriam rebaixadas. Ou talvez até só as duas.

Para essa fórmula ser colocada em prática, quatro equipes subiriam da Série B. E, onde o Vasco entraria? Nenhuma da Série A seria rebaixada.

Mas isso foi logo abortado. A TV Globo que já errou tanto não aceitou. Seria um ato desmoralizante demais no futebol brasileiro, tão desgastado. Mesmo os executivos mais apaixonados por mata-mata se colocaram contrários. Não iriam favorecer equipe alguma. Muito menos ceder diante da pressão de Eurico Miranda.

26 Vasco sonhava com virada de mesa. Brasileiro de 2016 com 24 equipes. Sem rebaixamento. TV Globo abortou. Enfim uma vitória da credibilidade do futebol deste país...

A emissora acredita que uma virada de mesa também afastaria não só os telespectadores. Mas os patrocinadores. A falta de credibilidade do futebol brasileiro já é muito forte.

O dirigente vascaíno é muito poderoso na Federação Carioca. Na CBF nem tanto. Marco Polo del Nero que está tentando se salvar, se segura muito mais na Globo, nas federações e na bancada da bola em Brasília do que nos clubes. Prefere se salvar do que salvar o Vasco.

O Brasileiro de 2016 seguirá nos mesmos moldes deste ano. Exigência da Globo. Os executivos globais só torcem desesperadamente que um clube não dispare na liderança e tire a graça em relação ao título.

Diante da negativa, não restou outra solução a Eurico. Ele já conversou com Jorginho e quer toda a energia na Copa do Brasil. Tentar repetir o Palmeiras em 2012, quando foi rebaixado mas conseguiu o título da competição nacional. E disputou a Libertadores.

O dirigente precisa se cuidar. Nasce um movimento entre conselheiros vascaínos que desejam sua saída do clube. Estão inconformados com o rumo do futebol. Com a enorme possibilidade de nova visita à Segunda Divisão.

Eurico Miranda percebeu. Sua força nos bastidores é cada vez mais localizada na cidade do Rio de Janeiro.

Desta vez a Globo jogou a favor do futebol deste país.

O monopólio de mais de 40 anos valeu…

Fonte: Blog Cosme Rimoli

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados aqui, são de inteira responsabilidade dos leitores e não refletem a opinião do nosso Portal